5 tipos de orçamento empresarial que você pode utilizar no seu negócio

orçamento empresarial 01

Elaborar um orçamento empresarial é uma tarefa complexa. Envolve prever valores e prazos para o planejamento do negócio com certa precisão.

Como custos diretos e indiretos estão envolvidos em todas as ações da empresa, é preciso ter uma visão estratégica ao alocar seus recursos para que eles possam ser usados da melhor forma possível, com o objetivo de trazer bons índices de retorno sobre investimento.

Hoje iremos lhe apresentar diversos tipos de orçamentos que podem ser usados no seu negócio – cada um deles com benefícios e características próprias para lhe ajudar no planejamento financeiro do seu negócio.

1. Estático

Esse tipo de orçamento empresarial é indicado para funções administrativas e costuma funcionar bem em organizações de pequeno e médio porte.

Como o próprio nome indica, o orçamento estático foca resultados de uma única atividade. Isso quer dizer que, uma vez criado, ele não muda, e precisa ser seguido à risca, sem alterações por, pelo menos, um ano.

A vantagem desse modelo é possibilitar que os responsáveis prevejam e identifiquem desvios no orçamento. Desse modo, é possível tomar decisões mais acertadas.

2. Flexível

O tipo flexível pode ser aplicado para qualquer tipo de atividade empresarial e engloba todos os custos fixos e variáveis. Como ele permite realizar um controle de custo por produto, uma empresa consegue fazer o cálculo de capacidade e ter uma visão mais completa das diferentes tarefas e em diferentes etapas.

Diferentemente do modelo estático, o flexível pode ser alterado no período escolhido e torna-se uma excelente opção para negócios de despesas operacionais e/ou fabricação.

orçamento empresarial 02

3. Contínuo

O orçamento contínuo também pode ser chamado de rolling e é um meio-termo entre os modelos anteriores. Ou seja, esse orçamento é feito para o período de um ano — tal qual o estático —, contudo, é revisado mensalmente, trimestralmente ou semestralmente.

Esse método ajuda a ter uma maior noção dos erros e/ou acertos cometidos. Assim, a empresa consegue aplicar todas as alterações necessárias até que ele esteja adequado ao que o negócio exige.

4. De desempenho

Esse modelo atuará baseado no desempenho orçamental apresentado pela empresa no planejamento passado. Desse modo, o gestor deve focar aquilo que foi realizado e não o adquirido.

Ou seja, se um funcionário apresentou bons desempenhos em um projeto, ele deve receber um orçamento que o permita fazer ainda mais. Do contrário, se outro funcionário não conseguiu se sair tão bem com o orçamento passado, ele deve receber um valor de teto inferior.

Esse tipo de orçamento empresarial é vantajoso ao estimular a produtividade e a motivação da equipe, já que, de acordo com suas conquistas, ela pode ser diretamente recompensada por esse planejamento de valor.

5. Ajustado

Esse modelo de orçamento apresenta muitas semelhanças com o contínuo e apresenta como ideia principal a enorme capacidade de flexibilização e realização de ajustes conforme o tempo. Seu uso é comum quando o orçamento original precisa de ajustes devido a uma grande variação de volumes ou aumento nos níveis de produtividade, por exemplo.

Além desses exemplos mencionados, existem outros orçamentos empresariais para adotar em seu negócio, como colaborativo, matricial, etc. O importante é que você saiba a relevância deles para que sua empresa alcance os resultados esperados e saiba aplicar o mais viável.

Então, gostou do nosso post? Aproveite a visita ao blog para assinar a nossa newsletter e ficar por dentro das nossas atualizações de conteúdo!

kit gestao financeiraPowered by Rock Convert
Gostou deste artigo? Não esqueça de compartilhar.
Flowup Site
error

Gostou do Blog? Compartilhe! :)

Acelere o crescimento da sua empresa.Fale agora com um especialista!
+