Gestão de projetos: aprenda a identificar as partes interessadas

partes interessadas

Quem a acompanha o nosso blog sabe o quão importante a gestão de projetos é para o sucesso de um empreendimento. O mercado está muito exigente, fazendo com que as técnicas de gestão de projetos ganhem cada vez mais utilidade e notoriedade para a tecnologia da informação.

É fundamental conhecer todos os termos e etapas do gerenciamento de projetos, e uma delas está relacionada às partes interessadas. O gerente de projetos deve identificá-las corretamente para que todos os interesses e objetivos sejam alcançados. Entretanto, algumas pessoas têm dificuldades e dúvidas sobre esse assunto.

Agora, você vai aprender um pouco mais sobre o que são as partes interessadas e como elas afetam os resultados obtidos em sua gestão. Tenha atenção em sua leitura e aproveite!

O que são as partes interessadas em um projeto?

Tratam-se de todos os indivíduos e organizações que podem afetar ou serem afetados por um processo, atividade ou etapa de um projeto. Também chamadas de stakeholders, as partes interessadas podem ou não estar diretamente ligadas na execução dos projetos.

Em uma empresa, elas são representadas por:

  • conselho de administração;
  • patrocinadores;
  • diretores;
  • funcionários;
  • clientes;
  • todos que têm interesses naquilo que está sendo planejado e executado.

Como identificá-las?

A equipe de gerenciamento deve identificá-las rapidamente para adequar o planejamento e as atividades aos seus objetivos e potencialidades. Por exemplo, tentar criar um software que não atende à demanda do mercado é uma atitude que coloca em risco o futuro de uma empresa. Dessa forma, a análise de interesse das partes interessadas garante o sucesso de um projeto.

Nessas horas, deve-se ter muito cuidado, pois esses objetivos podem entrar em conflito. O gerente de projetos precisa atuar de maneira correta, sempre assegurando os níveis de autoridade das partes interessadas. Por mais que todas elas sejam importantes, algumas têm mais relevância e valor do que as outras.

Para criar estratégias eficientes de gerenciamento, você deve seguir os seguintes passos e dicas:

Iniciação

Identificar as partes interessadas e todos aqueles que são afetados pelo projeto.

Planejamento

Planejar o gerenciamento para que todos se sintam confortáveis e atendidos.

Execução

Gerenciar o engajamento das partes interessadas e manter todos confiantes e seguros com a realização das atividades. Nesse momento, a comunicação é uma ferramenta para manter as partes atualizadas e incentivar sua participação.

Monitoramento

Processos relacionados ao controle dos relacionamentos dos stakeholders, ajustando as estratégias para que todos os objetivos sejam alcançados.

Por que elas são importantes?

Dentro de uma mesma empresa, existem vários projetos com objetivos e metas distintas. Cada um deles tem características diferentes dos demais. Dessa maneira, você deve analisá-los separadamente para identificar e gerenciar as partes interessadas.

Em algumas situações, o objetivo de um stakeholder é influenciar negativamente ou limitar o sucesso do projeto. Isso torna a identificação das partes interessadas como uma das etapas mais críticas do gerenciamento, já que qualquer atitude equivocada pode atrapalhar o desenvolvimento do projeto.

Portanto, o gerente de projetos deve saber o papel de cada um em sua organização para equilibrar todos os interesses, dando maior importância para aqueles que trazem melhores resultados para o negócio.

E então, o que você achou do nosso conteúdo? Quer aprender ainda mais sobre a gestão de projetos e suas partes interessadas? Descubra 5 benefícios do sistema de gerenciamento de projetos!

Comments

comments

Flowup Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *