5 dicas de como definir metas empresariais

como definir metas empresariais

A criação de metas empresariais é a base para a conquista dos objetivos. É por meio delas que se tem conhecimento de quais ações devem ser tomadas para conquistar o resultado planejado. No entanto, para que elas realmente sejam válidas, precisam ser bem planejadas antes de qualquer definição.

Elaboramos este artigo com 5 dicas sobre como elaborar metas para o seu negócio. Continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

1. Defina o tipo de expansão que você deseja alcançar

Antes de mais nada, é preciso tornar os objetivos conhecidos. O que se espera alcançar? Um aumento nas vendas? Aumento da lucratividade?

A partir daí, torna-se mais fácil saber quais metas serão necessárias para se chegar ao resultado planejado. No caso dos dois exemplos citados, elas podem ser:

  1. ampliar os investimentos em marketing;
  2. adotar ações de redução de custos (que vão contribuir para que o lucro seja maior).

2. Analise a situação da empresa

Agora é o momento de analisar o histórico e a situação atual da empresa. Essa avaliação é importante para evitar cometer os erros do passado e também para planejar as ações que ajudem a aprimorar os resultados — e, consequentemente, alcançar as metas.

Vale a pena analisar tanto o ambiente interno (forças e fraquezas) quanto o externo (ameaças e oportunidades). Essas variáveis podem influenciar de forma negativa ou positiva. No caso das forças e oportunidades, elas devem ser reconhecidas e aproveitadas para potencializar o desempenho.

Já as fraquezas e ameaças precisam ser neutralizadas ou minimizadas, gerando o menor dano possível para os processos e o atingimento das metas.

3. Estabeleça metas empresariais realistas

Geralmente os planejamentos envolvem cenários pessimistas, realistas e otimistas. Eles são criados para tentar prever o que pode acontecer de pior, o que é esperado e o que pode ir além das expectativas.

No entanto, no caso da definição de metas empresariais, o ideal é focar apenas naquilo que esteja dentro da realidade do negócio. Assim, as equipes trabalham em um esforço conjunto para alcançar objetivos tangíveis.

Os maiores riscos de ser muito otimista são não chegar ao que é esperado e, consequentemente, prejudicar a motivação dos colaboradores.

4. Adote métricas e indicadores de desempenho

Junto com a definição de metas é importante definir métricas e indicadores de desempenho para os processos. São eles que ajudam a analisar o andamento dos processos, além de permitir identificar as possíveis causas para os problemas que não permitiram chegar aos objetivos.

A partir daí, o gestor tem uma base mais sólida para tomar decisões e redirecionar as estratégias, caso seja necessário.

5. Defina um plano de ação

O plano de ação é definido com base nas metas elaboradas. Ele é um conjunto de medidas adotadas que contribuem para que os resultados alcançados sejam satisfatórios — e cada uma delas deve estar de acordo com os objetivos.

Depois que o plano é criado, vale a pena fazer uma análise de viabilidade das ações — e ajustar alguns pontos, caso seja necessário. Com tudo concluído, é hora de envolver os colaboradores e deixá-los cientes das metas e do que é necessário fazer para alcançá-las.

As metas empresariais guiam os colaboradores para onde a organização quer chegar e quais passos devem ser tomados para que isso se torne possível. Em outras palavras, elas orientam para ações coordenadas, em vez de cada pessoa ou setor agir individualmente — ou até mesmo de forma incoerente com os objetivos.

Conseguiu entender como definir metas empresariais? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de outros conteúdos como este!

Gostou deste artigo? Não esqueça de compartilhar.

Comments

comments

Flowup Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou do Blog? Compartilhe! :)

Quer aumentar a performance da sua empresa? Descubra aqui!
+