Gestão de projetos: TUDO o que você precisa saber!

gestão de projetos-01

Gestão de projetos é a aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades de um projeto para aumentar as chances de que ele atenda seus requerimentos e atinja seus objetivos.

Imaginamos que desde o início de seu negócio, você deva ter um desejo de que sua empresa produza bem e de forma consistente; atendendo a expectativa de seus clientes ao entregar resultados que resolvam as necessidades deles. Muitos de nós, porém, descobrimos que transformar esta intenção em realidade e também conquistar lucro em nossos projetos não é uma tarefa tão simples.

Nesse contexto, esquecemos muitas vezes que podemos usar “receitas” para produzir resultados previsíveis. Estas receitas são como fórmulas que podemos seguir; um caminho projetado para chegarmos onde desejamos.

É isso que uma boa gestão de projetos promete para você: ensinar os conhecimentos reconhecidos no mercado e boas práticas que podem ser aplicadas em seus projetos para aumentar as suas chances de sucesso dentro do prazo, orçamento e atendendo o escopo definido.

Neste conteúdo pretendemos reunir e apresentar todas as informações necessárias para ajudar você a implementar uma gestão de projetos eficiente na sua empresa.

O que é projeto

O projeto é de natureza temporária, e tem um prazo definido para seu início e fim. Ele tem objetivos claros que precisam ser alcançados dentro deste prazo e um orçamento limitado para sua execução, por isso, precisa de um bom planejamento para o seu sucesso.

Segundo o Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (PMBOK, da sigla em inglês Project Management Body of Knowledge), feito pelo PMI (Project Management Institute), um projeto é:

“Um conjunto de atividades temporárias, realizadas em grupo, destinadas a produzir um produto, serviço ou resultados únicos. Um projeto é temporário no sentido de que tem um início e fim definidos no tempo e, por isso, um escopo e recursos definidos.”

Essas características tornam todo o projeto de natureza única. Você pode fazer vários projetos na mesma área, com objetivos similares, e processos que se repitam, mas cada execução terá um desenvolvimento e resultados únicos. Projetos têm um objetivo a ser atingido, uma posição estratégica a ser conquistada, um produto a ser produzido, ou serviço a ser prestado.

Todos os projetos, porém, devem seguir algumas características em comum para o seu sucesso. A estes processos chamamos de “o ciclo de vida de um projeto”. Eles existem para garantir que seu projeto tenha resultados previsíveis.

Buscar previsibilidade é algo muito importante quando se trabalha com projetos, pois, como mencionamos antes, eles precisam entregar resultados no prazo definido, dentro do orçamento alocado e cumprindo os requerimentos definidos no escopo do projeto.

O Guia do conhecimento em gerenciamento de projetos (PMBOK), feito pela Project Management Institute (PMI), também define a gestão de projetos como:

“A aplicação do conhecimento, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades do projeto para atender aos seus requerimentos.” PMBOK (Project Management Body Of Knowledge)

Podemos adicionar que, além de ajudar ao projeto atender seus requerimentos e objetivos, a gestão de projetos aumenta a previsibilidade de riscos, dos custos diretos e indiretos, do lucro real e dos prazos.

O PMBOK identifica os seguintes processos e elementos como recorrentes em todos os projetos.

Processos de um projeto – O ciclo de vida de um projeto

  • Iniciação
  • Planejamento
  • Execução
  • Monitoramento e Controle
  • Encerramento

Elementos da estrutura de um projeto

  • Escopo
  • Cronograma
  • Custos
  • Qualidade
  • Recursos
  • Comunicações
  • Riscos
  • Aquisições
  • Partes Interessadas
  • Integração

Diferenças entre projetos e processos

Processos são as atividades contínuas e repetitivas da sua empresa. Eles podem se repetir por um determinado período (dias, semanas, meses, trimestres) ou em ciclos, fazendo parte de um ciclo de produção.

Uma forma simples de exemplificar isso é por meio da limpeza de uma casa. Ela pode ocorrer três vezes por semana, e é composta da mesma rotina de trabalho, que engloba vários processos de limpeza, os quais sempre serão os mesmos.

É bom ver processos como atividades essenciais para manter a sua empresa funcionando em ordem. Seu departamento de marketing, por exemplo, sempre precisará fazer postagens em mídias sociais, escrever uma nova postagem no blog e acompanhar o desempenho dos anúncios em circulação.

Um projeto, por sua vez, pode ser uma nova campanha de marketing que precisa ser criada para um novo produto da empresa. Buscando identificar o público alvo e como a história desse novo produto será contada para ele.

gestão de projetos-02

Como começar a usar a gestão de projetos na sua empresa?

Um projeto sem gestão está contando com apostas e intuição, por mais que não pareça ser assim. Trabalho fora do escopo passa a ser algo garantido, uma vez que não há registro de escopo, e o cliente pode solicitar alterações conforme desejar, enquanto você, dono da empresa ou gestor do projeto, não tem uma base para limitar o que é solicitado.

Estas são características que você não quer em seus projetos, pois, aumentam os custos diretos e indiretos dele, diminuindo assim o lucro real e tornando difícil prever o prazo quando o projeto será finalizado.

Fazer uma boa gestão de projetos não é fácil. Saber os documentos que precisam ser preenchidos, compreender eles, e ainda garantir que todos em sua equipe sigam os processos necessários para que isto seja feito da forma correta; além disso, nosso imediatismo nos faz desejar que tudo isso aconteça de forma fluida (o que não irá acontecer no início da sua implementação).

É normal também esperarmos muito de nós mesmos, muito mais do que aos outros, e não termos a segurança de começar algo antes de estarmos seguros de que teremos sucesso.

Sucesso, porém, nunca virá na primeira tentativa, e a implementação de uma boa gestão em sua empresa, mesmo que você contrate um gestor experiente para sua equipe, provavelmente não será um sucesso total. É preciso começar antes de estar pronto. Implementar a gestão de projetos na sua empresa antes de conhecer todos os processos e documentos necessários, e aprender ao longo do caminho.

Você pode pensar que isso trará “atrasos” para o seu negócio, ou complicações desnecessárias. Se esse for o caso, recomendamos que considere além do tempo de adaptação que será necessário, e veja os ganhos futuros. Após esta implementação, todo o seu negócio será impactado de forma positiva. Suas previsões vão aumentar, sua credibilidade com os clientes irá aumentar, e seu lucro real também irá aumentar.

Buscar implementar uma gestão de projetos de qualidade é o melhor caminho que uma empresa de projetos pode trilhar, e você deve começar agora, antes de estar pronto.

A importância do gerenciamento de projetos para sua empresa.

Se você trabalha com gerenciamento de projetos já deve ter assistido algum episódio de O Aprendiz, programa de Roberto Justus inspirado em The Apprentice, do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Então você pode ter notado que todas as semanas os participantes competem pela oportunidade de serem o gerente do projeto que será realizado.

Essa é a oportunidade que eles têm para se destacar e mostrar que suas habilidades, estratégias e liderança farão a diferença para a vitória da sua equipe. Todos os episódios, porém, vemos que isso não é uma tarefa qualquer.

É comum pensar que a gestão de projetos é uma atividade fácil, porque não se atribui entregáveis ao gerente. É a equipe quem produz. Portanto, é muito fácil definir este gasto como algo desnecessário ou superficial. Não é à toa, porém, que empresas de sucesso gastam cerca de 20% do orçamento de seus projetos na gestão deles, pois uma boa gestão faz toda a diferença nos resultados que serão entregues.

Projetos são uma forma excelente de criar valor e beneficiar a sua empresa. No mercado de hoje, líderes precisam entregar cada vez mais valor, com menos orçamento, prazos mais curtos, menos recursos e ainda lidar com mudanças constantes nas tecnologias disponíveis. Para manter-se competitivo na economia atual, cada vez mais as empresas estão adotando o gerenciamento de projetos para entregar mais valor ao mercado.

Por isso, sua gestão de projetos deve ser considerada uma das competências estratégicas em sua empresa. Principalmente, por proporcionar:

• Alinhar os resultados do projeto aos objetivos estratégicos da empresa;

• Competir de forma mais eficiente em sua área de atuação do mercado;

• Fortalecer e apoiar a empresa; e

• Responder ao impacto de mudanças no mercado aos projetos existentes ao ajustar de forma apropriada os planos de gerenciamento de projeto.

Avaliando o custo de um gerenciamento de projetos ineficiente

Por mais que se tenha um custo para ter um gerenciamento eficiente, os custos de não fazer uma gestão de projetos e simplesmente deixar que sua equipe trabalhe e entregue o que foi pedido podem ser muito maiores que o imaginado.

É uma regra comum entre investidores guiar suas decisões avaliando os riscos, não os ganhos. Ou seja, quanto você pode perder em um investimento, caso ele dê errado, não o quanto você pode ganhar caso ele dê certo.

Os ganhos em ter um gerenciamento eficiente estão no aumento da previsibilidade de riscos, custos diretos e indiretos, e lucro real por projeto. Ao melhorar sua capacidade de prever esses fatores, você certamente poderá também controlar riscos, aproveitar mais oportunidades, reduzir os custos diretos e indiretos e aumentar seu lucro real por projeto.

Tudo isso irá aumentar o seu controle sobre o escopo do projeto, e melhorar sua capacidade de cumprir os prazos estabelecidos durante a fase de planejamento (aumentando assim a sua credibilidade com seus clientes).

Se você ainda não entendeu o poder que isso trará para o crescimento do seu negócio, talvez ainda esteja pensando no que tem para ganhar com seus projetos caso dê tudo certo neles. Porém, com projetos, tudo é variável, e vários riscos negativos podem se concretizar. Se você investe em um gerenciamento eficiente, seus riscos estão sobre controle, e as possíveis oportunidades durante o projeto também.

O custo de não fazer uma gestão de projetos eficiente vem quando os riscos se concretizam e atingem o seu próprio. Um grande risco pode lhe custar mais do que o faturamento total do projeto. Portanto, é importante pensar se você pode correr esse risco, porque se você trabalha com projetos continuamente, mesmo que as chances sejam pequenas, diversos riscos vão lhe acompanhar no caminho e, eventualmente, alguns deles podem custar caro para você e sua empresa.

Por isso, vamos apresentar agora, de forma simples, os principais benefícios que você pode ter ao implementar em sua empresa um gerenciamento de projetos eficiente.

  • Planejamento de projeto realista
  • Foco e objetivos claros
  • Redução de custos
  • Controle de riscos
  • Controle de qualidade
  • Melhores decisões
  • Mais envolvimento e proatividade do time
  • Aumento de credibilidade e confiança dos clientes

Para entender melhor cada um destes tópicos, leia o nosso conteúdo sobre A Importância do Gerenciamento de Projetos Para Sua Empresa.

Guia do corpo de conhecimentos do gerenciamento de projetos PMBOK

O PMBOK (Project Management Body Of Knowledge) não é uma metodologia, mas um processo de padronização das etapas do gerenciamento de projetos. Essas etapas devem ser identificadas de acordo com as 10 áreas de conhecimento, que são:

  • integração;
  • escopo;
  • tempo;
  • custos;
  • qualidade;
  • recursos humanos;
  • comunicações;
  • riscos;
  • aquisições;
  • stakeholders.

Pode-se dizer que o PMBOK é a principal escolha em termos de gerenciamento de projetos em todo o mundo, pois ele apresenta um guia das melhores práticas realizadas nos mais diversos projetos. Vale a pena conhecer, não é mesmo?

 

gestão de projetos-desempenho

O papel do gerente de projetos

O gerente de projetos é responsável por liderar a equipe encarregada de executar com sucesso os objetivos traçados para o projeto. Ele estará presente durante todo o ciclo de vida de um projeto e, em algumas empresas, ele estará presente nas fases de análise antes de cada iniciativa começar, e também nas fases posteriores, quando os benefícios do projeto são analisados.

O papel do gerente de projetos é essencial, pois, uma boa gestão de projetos pode trazer resultados expressivos para uma empresa. Não apenas por aumentar as chances de sucesso em cada iniciativa, mas por garantir que esforços relativos a todas as áreas de conhecimento do projeto estão sendo feitos para que as melhores oportunidades sejam aproveitadas; assim como os riscos sejam lidados da melhor forma possível.

Podemos ver o papel do gerente de projetos como o do maestro em uma orquestra. É comum para empresas não verem a importância de dedicar alguém exclusivamente a esta posição, pois, o maestro não toca um instrumento.

Como o maestro, o gerente de projeto não tem entregáveis durante a iniciativa. Mesmo assim, imagine uma orquestra onde cada membro da “equipe” toca de forma independente, sem um líder para organizar toda a sinfonia em harmonia.

Este é o papel do gerente de projetos. Ele pode não ter tarefas para lhe entregar, mas seu maior entregável é o sucesso de toda a iniciativa; e, como um maestro, um gerente de projetos irá ajudar toda a sua equipe a ter a melhor performance possível.

gestão de projetos-04

O ciclo de vida de um projeto.

Apesar de todos os projetos serem únicos, existem processos que se repetem em todos eles. Esses processos acontecem em cinco etapas diferentes, as quais chamamos de ciclo de vida de um projeto.

Seu projeto não precisa passar por essas cinco etapas, mas se você deseja garantir os melhores resultados possíveis para ele, recomendamos que você siga cada uma delas, como parte essencial para garantir redução de custos diretos e indiretos, aumento do seu lucro real, maior assertividade de prazos e orçamentos, e uma boa entrega de valor às pessoas interessadas.

Nosso post sobre o ciclo de vida de um projeto traz descrições de cada uma dessas etapas para que você entenda bem o que precisa ser feito nelas. Ele também traz um passo a passo para você se certificar que tudo o que precisa foi feito em cada uma delas. Dessa forma, você poderá seguir seguro com a execução do seu projeto, sabendo que ele está no caminho certo.

Com o tempo, todo esse processo será mais intuitivo de se seguir, uma vez que a prática em lidar com essa metodologia em seus projetos vai se tornar algo familiar para você, seu gerente de projetos e toda a sua equipe.

Gerenciamento de Riscos em seus projetos

O gerenciamento de risco em projetos é o processo que identifica, analisa e responde a qualquer risco que surgir durante o ciclo de vida do projeto para que este permaneça no caminho de alcançar seus objetivos.

Mesmo assim, o gerenciamento de risco não pode ser apenas reativo. Ele deve fazer parte do processo de planejamento para poder identificar de forma antecipada quais riscos podem acontecer ao projeto e como será a melhor forma de se preparar para lidar com eles, caso aconteçam.

Um risco é qualquer evento que possa impactar o seu projeto, seja em performance, ou no seu orçamento. Riscos têm chances de ocorrerem, e, caso tornem-se realidade, eles podem se tornar “ameaças” ou “oportunidades” ao seu projeto, com os quais você precisará lidar. Gerenciamento de riscos, então, é o processo de identificar, categorizar, priorizar e planejar para possíveis ameaças e oportunidades ao seu projeto, a tempo de neutralizá-las ou aproveitá-las da melhor forma possível.

Este gerenciamento de riscos pode ter significados diferentes dependendo do tamanho do seu projeto. Em grandes projetos, pode incluir planejamentos extensivos e detalhados para lidar com cada risco, caso eles aconteçam. Enquanto em pequenos projetos, pode ser uma lista simples de possíveis ameaças e oportunidades ao seu projeto organizadas por prioridade.

Para ver mais detalhes sobre este tópico, veja nosso conteúdo detalhado sobre gerenciamento de riscos.

Como avaliar o desempenho do seu projeto

Como gerente de projetos, é esperado que você possa avaliar o desempenho dos seus projetos com precisão. Portanto, é preciso saber onde buscar as informações que você precisa para poder medir de forma satisfatória o desempenho do seu projeto.

Mais ainda do que saber o que medir, é preciso também ter atenção para observar esses fatores durante o andamento do projeto, principalmente no final de cada fase do ciclo de vida do projeto. Isto pode ser importante tanto para o andamento do projeto, como para saber se será preciso parar o seu andamento caso seja necessário.

Considerando isto, vamos lhe apresentar cinco indicadores chaves para você observar durante o ciclo de vida de seu projeto e no final de cada fase dele.

  • Cronograma
  • Qualidade
  • Custos
  • Satisfação das partes interessadas
  • Performance

Cronograma

O sucesso do gerenciamento de projeto depende muito de como o cronograma estabelecido está sendo seguido. Gerentes de projeto experientes sabem como essa é uma tarefa difícil, considerando tudo o que precisa ser acompanhado. Tudo fica um pouco mais fácil, porém, se você manter o hábito de acompanhar o andamento de seu projeto continuamente.

Dessa forma, será sempre preciso atualizar o cronograma do seu projeto. Recomendamos que você faça isso semanalmente por si só, no final do mês com as partes interessadas do projeto, e sempre que terminar uma fase do ciclo de vida do projeto. Este processo será mais fácil se você usar o Gráfico de Gantt, uma das ferramentas de gestão disponíveis em softwares como o Flowup, onde tarefas e prazos são representados visualmente em um gráfico para o seu projeto.

Mantenha sempre o olho em como os seus principais marcos estão de acordo com o planejado para o projeto. Dessa forma você poderá trabalhar para acompanhar o prazo estabelecido e poder mensurar como isso irá impactar seu projeto.

Qualidade

O final de cada fase do ciclo de vida de seu projeto é um ótimo momento para observar a qualidade do que está sendo feito. Tanto em termos de práticas de gestão, como em termos da qualidade do que está sendo produzido.

É muito importante buscar avaliar se a qualidade do que está sendo produzido no projeto corresponde aos padrões esperados desde o início do projeto, para que você possa fazer ajustes antes que seja tarde demais.

Custos

Muitos gerentes de projetos e donos de empresas irão atribuir uma grande prioridade ao gerenciamento de custos. É muito importante comparar o que está sendo gasto em seu projeto com o orçado na fase de planejamento. Além disso, é importante considerar os custos diretos e indiretos do seu projeto, fazendo o rateio de custos em sua empresa de forma correta.

Você também quer fazer uma projeção no final de cada fase do seu projeto e comparar com o que foi orçado na fase de planejamento, para saber se seus gastos estão dentro do esperado. Algo muito importante de se saber assim que possível.

Satisfação das partes interessadas

É muito importante considerar a satisfação das partes interessadas durante o andamento do projeto. Este é um fator muito subjetivo de se medir, mas você sempre pode pedir uma avaliação de 0 a 10 para eles sobre a satisfação deles com o projeto.

Isto pode parecer um mecanismo muito simples, mas lhe dará uma boa noção de se ajustes precisam ser feitos para melhorar o nível de satisfação e envolver mais eles com o desenvolvimento do projeto.

Performance com o business case

O business case é o documento que apresenta o valor de um projeto, justificando o investimento necessário para sua realização. É importante estar sempre lembrando do que foi apresentado no business case, pois, um projeto pode ter boas razões para começar, mas não ser mais necessário no momento de seu encerramento, desperdiçando todo o trabalho realizado. Novamente, isto é algo que você vai querer saber o mais rápido possível. Evite trabalhar em uma solução para um problema que não existe mais.

Avaliação de performance no final do seu projeto

No final do seu projeto você pode fazer uma avaliação de performance. Nela, todos as partes interessadas no projeto podem se reunir e discutir as principais lições que foram aprendidas com o projeto. O que deu certo e o que deu errado, e registrar este conhecimento para projetos futuros.

Nesta avaliação, você irá considerar os mesmos 5 tópicos apresentados neste conteúdo. Cronograma, qualidade, custos, satisfação das partes interessadas e performance do business case. Tudo o que é avaliado aqui precisa ser avaliado durante o ciclo de vida do projeto. Na verdade, os dados que você irá apresentar nesta avaliação serão, provavelmente, um sumário de tudo o que foi avaliado durante o projeto.

gestão de projetos-kanban

Kanban como ferramenta de gestão de projetos

Uma das técnicas de gestão que você poderá aplicar no Flowup é o Kanban. É importante diferenciar metodologias de gestão de técnicas de gestão.

As metodologias são processos (passo a passo), que você pode seguir para garantir que seu projeto terá sucesso. Já as técnicas de gestão são ferramentas que podem lhe ajudar a registrar e administrar esses processos.

O Kanban é uma metodologia ágil que nasceu na Toyota durante os anos 40 por Taiichi Ohno, e que foi adotada como ferramenta para a gestão de projetos pelo americano David J. Anderson em 2004. Seu objetivo é eliminar gargalos de produção, aumentando a eficiência da linha de produção, evitando também acúmulos de estoque, reduzindo custos diretos e indiretos, aumentando o lucro real por projeto e melhorando sua assertividade nos prazos entregues aos clientes.

Se você quiser conhecer melhor o método Kanban, temos um tópico que cobre em detalhes seu funcionamento, explicando os princípios e práticas bases do método. Neste tópico também passamos para você 10 passos claros a serem seguidos caso você queira implementar o Kanban no seu negócio, para que você tenha todos os benefícios que ele pode lhe oferecer.

Análise de impacto

Outra ferramenta interessante para você ter domínio e poder usar em seu negócio é a análise de impacto. Ela poderá lhe ajudar a ter informações importantes para realziar outras análises importantes para o seu negócio.

Metodologias de gestão

Metodologia, segundo a Wikipédia, é o estudo dos métodos, que são os caminhos para se chegar a um determinado objetivo. Esses objetivos normalmente estão relacionados a projetos de pesquisa, mas podemos utilizar processos metodológicos para alcançar resultados previsíveis na nossa gestão de projetos.

Como falamos antes, pela natureza variável de cada projeto, poder aumentar o nível de previsibilidade neles é algo de grande valor. Seguir os processos de uma metodologia comprovada garantirá que você tomará as melhores decisões possíveis durante todo o andamento do seu projeto, do planejamento ao encerramento dele.

A metodologia que você escolher para guiar o seu projeto também lhe ajudará com um aspecto muito importante da gestão: registrar as informações que você adquire ao longo do projeto. Isso é muito importante, uma vez que essas informações representam o conhecimento que está sendo adquirido em cada novo projeto que sua empresa faz.

Chances são de que os desafios e oportunidades que você encontrará em seu caminho possam se apresentar novamente em outros projetos futuros. Soluções que foram encontradas agora podem ser úteis mais à frente. Ignorar o registro de informações em seus projetos é acreditar na memória humana, o que irá lhe custar de várias formas no futuro.

Isso acontece tanto no tempo necessário para se lembrar exatamente a solução utilizada, ou por não lembrar dela como um todo, quanto porque sua equipe não conta mais com as pessoas que solucionaram este desafio da última vez, e sua nova equipe precisa reaprender a lidar com ele (o que pode levar vários projetos para acontecer, ou não acontecer mesmo, levando sua empresa a dar passos na direção errada sem necessidade).

Ter um registro claro e eficiente de tudo o que acontece em seus projetos é essencial, e pode trazer um valor maior do que o imaginado inicialmente para suas equipes e para a empresa como um todo.

Vamos apresentar agora algumas das metodologias de gestão mais reconhecidas pelo mercado, e como elas podem lhe ajudar com sua gestão de projetos.

SCRUM

O SCRUM é conhecido como um método de gestão ágil, sendo inicialmente empregado em projetos de softwares. Contudo, ele pode ser utilizado na gestão de qualquer tipo de projeto.

A sua principal vantagem se destaca em projetos que apresentam mudanças repentinas e urgentes constantemente, muito comum quando os clientes não conseguem definir muito bem o que desejam, ou em projetos que estejam sujeitos a alterações de acordo com o seu desenvolvimento.

É interessante destacar que o principal foco dessa metodologia é basear o projeto em pequenos passos, pois o resultado final será uma consequência dessas ações. Ao finalizar cada uma dessas pequenas etapas, deve-se realizar uma reunião com os principais stakeholders, apresentando os resultados e verificando se eles foram cumpridos ou não, bem como os motivos para isso.

PRINCE 2

O PRINCE 2 (PRojects IN Controlled Enviroments) é uma metodologia britânica que também pode ser empregada em qualquer projeto. Seu principal foco é o produto final e as entregas que devem ser realizadas durante o projeto. Alguns pontos devem ser observados, como:

  • controle das etapas;
  • organização das etapas;
  • revisão de processos;
  • análise do planejamento;
  • gerenciamento dos desvios;
  • envolvimento dos stakeholders;
  • comunicação eficiente.

Caminho crítico

A metodologia de caminho crítico foca na execução das etapas de acordo com uma sequência lógica, até que o resultado final seja alcançado. Para tanto, é preciso considerar que qualquer projeto apresenta tarefas que estão ligadas entre si, criando uma espécie de dependência entre elas.

Essas tarefas só podem ser iniciadas após a finalização de outra atividade previamente determinada. Assim, haverá a formação de um caminho crítico, ou seja, o caminho de atividades a serem executadas no prazo e escopo definidos, para que o projeto seja finalizado no tempo correto.

A não realização de uma atividade do caminho crítico pode trazer graves consequências, pois ela impedirá que os demais serviços sejam realizados, impactando todo o andamento do projeto.

gestão de projetos-01

Expectativas futuras para a gestão de projetos

A maioria das empresas nacionais estão investindo em softwares de sistemas de gestão, pois eles organizam e agilizam os processos necessários para o funcionamento do negócio, permitindo um monitoramento mais preciso e uma melhoria na qualidade dos resultados, bem como maior rapidez nos processos de entrega.

Para a gestão de projetos, um software proporciona diversos benefícios, como a padronização e a consulta facilitada de indicadores de performance, a gestão simplificada do fluxo de atividades, o monitoramento dos processos, e o controle das horas trabalhadas por etapa.

Há muitas alternativas modernas para softwares que ajudam a gerenciar projetos. Para optar pelas versões mais compatíveis com a sua empresa, vale a pena verificar alguns critérios, analisando as funcionalidades de cada solução, bem como os custos e benefícios que um sistema de gestão de projetos pode oferecer.

Outra expectativa relacionada ao gerenciamento de projetos é a oferta de mais cursos de especialização para profissionais que atuam nessa área. Há muitos cursos na modalidade livre, ou seja, não exigem nenhuma condição específica, ou pré-requisito, para participar.

Há instituições muito famosas, como a Universidade de São Paulo (USP) e a Fundação Instituto de Administração (FIA). O coaching executivo também pode ser muito útil para os líderes que estão interessados em desenvolver suas competências de liderança, que são fundamentais para o gerenciamento dos projetos.

Conclusão

Além de utilizar o guia PMBOK para ajudar na sua gestão de projetos, é possível usar outras ferramentas de gestão que podem lhe ajudar. Atualmente, com os diversos avanços tecnológicos, temos ótimos sistemas de gestão de projetos, como o Flowup, que pode trazer soluções impactantes para o seu negócio.

Além de centralizar e organizar toda a informação do seu projeto, para que ela esteja acessível de forma rápida e simples quando você precisar, um software de gestão de projetos pode assumir várias tarefas que tomariam tempo do seu gerente de projetos e da sua equipe, otimizando tempo e aumentando a objetividade dessas tarefas.

Os benefícios de contar com uma gestão de projetos eficiente são impressionantes. Não deixe de investir na capacitação de seus profissionais e, principalmente, no uso de novas tecnologias. Assim, sua empresa passará a ser reconhecida por entregar os projetos dentro do prazo estipulado, cumprindo o escopo estabelecido, dentro da qualidade esperada e com o custo programado. Fantástico, não é mesmo? Então, não deixe para depois!

Você pode começar a usar os conceitos apresentados neste artigo agora mesmo e ainda experimentar o Flowup gratuitamente pelos próximos 15 dias e sentir o impacto que ele pode trazer para sua gestão.

 

Gostou deste artigo? Não esqueça de compartilhar.
Flowup Site
error

Gostou do Blog? Compartilhe! :)

Acelere o crescimento da sua empresa.Fale agora com um especialista!
+