Saiba o que é e como calcular o patrimônio líquido corretamente

o que é e como calcular patrimônio líquido

A gestão de uma empresa requer muito conhecimento e jogo de cintura. Um diretor precisa conhecer o mercado, saber dialogar com seus funcionários e acompanhar o desempenho de todas as atividades. Entretanto, alguns profissionais têm dificuldades e acabam perdendo o controle da situação.

Desse modo, é fundamental conhecer conceitos e estratégias sobre várias áreas, como por exemplo o marketing, o relacionamento humano, a gestão de projetos e o financeiro. Em meio a esse cenário, tem um bom equilíbrio entre despesas e lucros é fundamental para a obtenção de resultados positivos.

Nessas horas, a análise do patrimônio líquido tem grande relevância dentro do balanço patrimonial. O nosso post de hoje vai lhe explicar o que é esse conceito e como ele deve ser calculado e interpretado. Além do mais, citamos quais benefícios essa análise pode trazer para a sua rotina de trabalho. Confira a seguir.

O que é o patrimônio líquido?

O patrimônio líquido é um dos elementos mais importantes dentro da contabilidade de uma empresa, já que ele representa a riqueza efetiva da gestão. Ele leva em consideração todos as informações financeiras, como os lucros adquiridos, reservas de valores, contas de reservas e o fluxo de caixa.

Em outras palavras, caso a empresa seja fechada hoje, o patrimônio líquido representa a quantia financeira que sobra após o pagamento de todas as obrigações.

Como ele é calculado?

Ele deve ser calculado a partir de todos os lançamentos contábeis do negócio. Porém, é necessário conhecer dois grupos que compõem o balanço patrimonial:

  • ativos: bens e direitos que pertencem à empresa, como dinheiro em conta, carros, imóveis, produtos disponíveis em estoque e duplicatas a receber de clientes;
  • passivos: valores financeiros que representam as obrigações da gestão. Seus principais exemplos são a folha de pagamento dos funcionários, taxas, impostos e financiamentos a serem pagos.

Após descobrir todas essas quantias, basta realizar o seguinte cálculo:

Patrimônio líquido = Ativo – Passivo

Separamos um exemplo bem simples para que você possa entender melhor essa situação:

Uma determinada empresa tem uma gestão de ativos de R$ 100.000,00 e passivos de R$ 85.000,00 a pagar. Assim, ela tem um patrimônio líquido R$ 100.000,00 – R$ 85.000,00 = R$ 15.000,00

Como conhecer o patrimônio líquido pode melhorar o negócio?

O exemplo acima utiliza números fictícios, mas indica a importância da análise desse indicador financeiro. Com ele, um diretor empresarial pode acompanhar a saúde financeira de seu negócio e saber o quão lucrativa ela é.

Dessa forma, é fundamental acompanhar a evolução do patrimônio líquido mensalmente. Quando ele estiver abaixo do esperado, você deve realizar reuniões e propor novas medidas para otimizar o processo produtivo, aumentar a produtividade e reduzir despesas.

Metas também podem ser estabelecidas para reorganizar os trabalhos e fazer com que todos atuem em conjunto. Quem não realiza essa análise está fadado ao fracasso, e você deve evitar isso a todo custo.

E então, o que você achou do nosso conteúdo? Quer ficar por dentro das novidades do mercado e suas tecnologias? Basta assinar a nossa newsletter e receber nossos conteúdos diretamente em seu e-mail!

kit gestao financeira

Comments

comments

Flowup Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *