Entenda a função dos modelos de maturidade em gestão de projetos

entenda a função dos modelos de maturidade na gestão de projetos

À medida que uma equipe atua em conjunto e desenvolve seus processos, a empresa se torna capaz de crescer e se tornar cada vez mais eficiente. Porém, pode ser difícil mensurar o quão preparado o seu time está para realizar determinada tarefa. Devido a esse fato, existem os modelos de maturidade nas organizações.

De forma simples, estes modelos são ferramentas para avaliar o nível de maturidade de um processo ou organização e determinar a melhor maneira de elevar a qualidade do seu trabalho. Há 5 níveis gerais de maturidade para uma organização:

  • Inicial: processos imprevisíveis;
  • Gerenciado: retrabalhos frequentes, mas com projetos definidos;
  • Definido: organização clara e mais proativa;
  • Quantitativamente gerenciado: mensuração e controle no dia a dia;
  • Otimização: melhora constante de processos.

Neste post iremos falar um pouco mais sobre as características dos modelos de maturidade e como eles podem ajudar a sua organização. Confira agora mesmo!

Aplicando modelos de maturidade na empresa

Para que um modelo seja útil para a empresa como um todo, ele precisa ser sempre acessível a todos os seus membros. Sem o material adequado, sua equipe de gestão não poderá aprimorar as próprias práticas de trabalho. Então, antes de dar início a qualquer protocolo ou mudança de rotina, garanta que todos entendam como seu modelo funciona e como podem aplicá-lo. Quanto mais detalhes todos tiverem disponíveis, melhor.

Questionário

Apesar de haver certa liberdade em como você elabora seus modelos de maturidade, o ideal é que eles sejam sempre estruturados na forma de questionário, seja ele mais livre ou objetivo. Dependendo do tipo de escala que você usa, pode ser necessário adaptar o formato à sua organização.

O ideal é criar uma combinação de perguntas objetivas, sem muito espaço para interpretação, e perguntas abertas que peçam a opinião da equipe. Dessa forma, você terá os dados que precisa para tomar boas decisões empresariais.

Aderência ao planejamento estratégico

Ter um modelo de maturidade é importante, mas ele é que deve se encaixar em suas estratégias, não o contrário. Sendo assim, você dele elaborar um modelo que melhor se encaixe em sua organização, ajustando os pontos que forem necessários.

Avaliação

Aqui os modelos de maturidade recebem um valor numérico. É criado um modelo matemático, considerando todos os seus componentes de desempenho. Se estas fórmulas não fizerem sentido dentro da sua organização ou não forem úteis para seu trabalho, então é melhor repensar este passo antes de implementar o modelo.

Plano de melhoria

Por fim, não adianta ter um modelo de maturidade se não há nenhum plano para aproveitá-lo em seu crescimento. Afinal, todo o objetivo dessas ferramentas é elevar a precisão, eficiência e organização de sua empresa.

Por isso, após identificar seu nível de maturidade e implementar um modelo, você deve ter planos para utilizá-lo como ponto de partida em futuras mudanças.

Agora que você entende melhor como funcionam os modelos de maturidade e quais são suas principais características, é hora de aplicar em sua organização e crescer nos negócios.

Quer continuar acompanhando nossas dicas e conteúdos? Então assine nossa newsletter e fique sempre por dentro das novidades!

assine flowup pro

Comments

comments

Flowup Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *