Entenda o que é Demonstrativo de Resultados do Exercício

entenda-o-que-e-o-demonstrativo-de-resultados-do-exercicio

Existem diversas obrigações e análises, financeiras e contábeis que precisam ser executadas e acompanhadas para garantir o sucesso do negócio e evitar problemas com o Fisco. Uma delas é o Demonstrativo de Resultados do Exercício, que ajuda na tomada de decisão e na elaboração de um planejamento estratégico mais eficaz.

No artigo de hoje, vamos falar mais sobre o DRE, explicando o conceito, as informações que deve apresentar e suas possíveis interpretações. Continue acompanhando a leitura e saiba mais!

O que é o Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE)?

O Demonstrativo de Resultados do Exercício — mais conhecido como DRE — é um relatório que indica, resumidamente, as operações financeiras que foram realizadas na empresa em um período, que costuma ser de um ano. Existe uma lei, criada em 2007, que tornou obrigatória a realização dessa demonstração anual.

Quais dados devem estar contidos no relatório?

Diversas informações financeiras precisam ser especificadas no relatório. São elas:

  • Receita bruta: faturamento obtido com a venda de bens e serviços;
  • Deduções: custos envolvidos nas operações;
  • Receita operacional líquida: resultado da diferença entre os valores anteriores;
  • Custos de venda: custos gerados com a compra ou fabricação de produtos. São divididos em:
    • Custos de Mercadorias Vendidas (CMV);
    • Custos dos Serviços Prestados (CSP);
    • Custos de Produtos Vendidos (CPV);
  • Resultado operacional bruto: receita operacional líquida deduzida dos custos;
  • Despesas operacionais: gastos necessários para manter a empresa funcionando (energia, água, aluguel, entre outros);
  • Despesas financeiras líquidas: gastos de operações financeiras e serviços bancários (juros, multas, variações monetárias);
  • Outras receitas e despesas;
  • Resultado operacional: resultado operacional bruto, deduzido das despesas operacionais, financeiras líquidas e das outras receitas e despesas informadas;
  • Lucro líquido: resultado operacional subtraído do Imposto de Renda (IR) e da Contribuição Social Sobre o Lucro (CSLL);
  • Participações: participação dos sócios, debêntures e partes beneficiárias;
  • Resultado líquido do exercício: lucro líquido, retirando-se as participações.

O resultado líquido do exercício é a informação sobre o retorno que a empresa teve no período, depois de aplicar todas as deduções sobre a receita de vendas.

Como o DRE deve ser interpretado?

Existem diversas avaliações que podem ser feitas por meio do DRE. Veja algumas:

Variação de receitas

As variações na receita podem gerar impacto no médio e longo prazo, já que o DRE é feito no regime de competências. Sendo assim, quando elas forem positivas, é preciso olhar para as taxas de inadimplência e políticas de parcelamento, por exemplo. No caso de variação negativa, o foco deve estar na redução de custos, evitando prejuízos e melhorando a disponibilidade de caixa.

Margem de contribuição

margem de contribuição é o que sobra da receita depois de retirar todas as despesas. Se ele for negativo, é sinal de que os custos operacionais estão elevados e devem ser reduzidos. Isso também pode indicar a necessidade de precificar melhor seus produtos e serviços.

Lucratividade

Os custos elevados podem impactar os lucros da empresa, gerando prejuízo. Porém, mesmo com um desempenho positivo, vale lembrar que eles interferem diretamente na lucratividade do negócio. Por isso, é sempre importante fazer uma avaliação mensal e entender como otimizar as operações.

Como podemos ver, o DRE traz diversas informações para os gestores, que podem avaliar suas operações e tomar as ações necessárias para aprimorar os resultados.

Mas não esqueça: avaliar o Demonstrativo de Resultados do Exercício isoladamente pode ser um erro! O ideal é também acompanhar o fluxo de caixa, as contas a pagar e receber e a necessidade do capital de giro. Assim, o cenário fica mais claro e mais completo, levando a decisões mais acertadas.

Agora, leitor, se você gostou do nosso post de hoje, aproveite para assinar a nossa newsletter para receber outros conteúdos como este!

Comments

comments

Flowup Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *