O custo do carnaval para as empresas

custos do carnaval para as empresas

Todo carnaval tem seu custo. Você sabe quanto isso representa no final do mês de fevereiro?

Empresas  que trabalham com projetos tem a mão de obra como seu principal custo. Se seu trabalho for remunerado por mão-de-obra/hora, os custos desse mês serão os mesmos, mas as receitas terão um impacto muito grande. Além disso, se o projeto não for bem planejado, não levando em consideração o período que o menor mês do ano geralmente fica mais curto com o feriado (em alguns municípios, o carnaval não chega a ser feriado), podem ter prejuízos nos projetos. Continue a leitura e veja como se planejar adequadamente!

Como calcular os custos do carnaval?

Primeiramente, para calcular os custos, conta-se primeiro as horas sem serviço (geralmente dois dias e meio):

  • Segunda – 8h
  • Terça – 8h (caso não seja feriado na sua cidade)
  • Quarta – 4h (muitos só retornam as atividades depois do almoço)

Um colaborador com salário de R$ 2.000,00 teria de custos de aproximadamente 19 reais por hora de trabalho (considerando os encargos em uma empresa do simples). Então, seu custo pode ser de até R$ 380,00 (terça não sendo feriado) por colaborador.

Um outro custo, se refere ao trabalho não executado, clientes não atendidos, serviços não entregues, faturamento não realizado. Esse “custo” precisa ser previsto no fluxo de caixa das empresas. O faturamento de fevereiro tende a ser sempre menor.

Como reduzir esses custos e quais os principais cuidados?

Para reduzir esses custos, costuma-se permitir que os colaboradores compensem as horas (antes ou depois) dos dias que úteis não trabalhados com jornadas complementares. Desta forma, não prejudicam o custo de pessoal da empresa. Isso geralmente é feito através de um banco de horas não oficial (por não ser homologado/registrado no sindicato da categoria).

Outras empresas, em comum acordo com o colaborador, preferem compensar no período de férias. Tal prática é perigosa, principalmente em um eventual acidente de trabalho durante esse período, gerando um passivo ainda maior.

Se antecipe, mantenha uma boa gestão com planejamento. Pois, para a maioria dos empresários, o custo do carnaval acaba saindo do seu bolso!

Gostou da dica? Acompanhe mais conteúdos de gestão financeira em nosso blog!

Comments

comments

Flowup Site

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *