9 indicadores de performance financeira fundamentais para empresas

indicadores de performance financeira

Acompanhar as finanças do negócio é essencial para obter sucesso. Por meio da gestão correta é possível garantir a disponibilidade de recursos para cumprir compromissos e até para realizar investimentos. Como todas as decisões devem ser tomadas com base em dados, os indicadores de performance financeira são essenciais.

Eles fornecem informações confiáveis e que refletem a real situação da empresa. Desde que sejam bem escolhidos, garantem uma análise estruturada e que permite identificar os pontos críticos.

A seguir, veja quais são os 5 indicadores de performance financeira que devem ser acompanhados para conquistar os melhores resultados!

1. Custos fixos e variáveis

Um dos principais elementos é entender quais são as despesas do empreendimento. Reconhecer esses gastos ajuda a compreender qual é o ganho mínimo que o negócio deve gerar para ser capaz de, a partir desse valor, oferecer a chance de lucro.

Basicamente, os custos fixos incluem todos os montantes cobrados mensalmente e/ou que são conhecidos. O aluguel do espaço é um gasto fixo, bem como as parcelas de um financiamento.

Já as despesas variáveis são compostas pela folha de pagamento, pelos custos com rescisão e com fornecedores, pelas contas de luz e de telefone, e assim por diante. Esses são valores que podem variar de um mês para o outro e que impactam o planejamento

2. Faturamento bruto

O faturamento bruto, por sua vez, corresponde a todos os ganhos da empresa em determinado período, sem descontar nenhuma despesa. Geralmente o valor é obtido pelo total de vendas.

Pense em um negócio que vende 1000 unidades de um item que custa R$ 50. Ao final do tempo, o faturamento é de R$ 50 mil.

Se, desse montante, são abatidos os custos diretos e as deduções, há a margem bruta. Se todas as despesas forem retiradas do valor, há o resultado ou lucro líquido.

3. Rentabilidade

A rentabilidade é um dos indicadores de performance financeira que pode assumir duas propostas. A primeira consiste em dividir os ganhos com um investimento sobre os custos. Pense que o negócio investiu R$ 10 mil em um ativo e teve um retorno de R$ 15 mil. Como o lucro é de R$ 5 mil, a rentabilidade é de 50%.

A rentabilidade sobre lucro líquido, por sua vez, é dada ao dividir o lucro líquido de um período sobre o patrimônio. Se ele for negativo, significa que o empreendimento sofreu prejuízos na fase analisada.

4. Liquidez

A liquidez corresponde à habilidade que um negócio tem de transformar os seus ativos em dinheiro. Quanto maior ela é, mais intensa é a segurança e a capacidade de reagir a certos movimentos do mercado.

Para encontrá-la basta dividir os ativos pelos passivos circulantes. Os ativos são todos os bens e valores, como estoque, contas a receber, fundo de caixa e assim por diante. Já os passivos são os pagamentos que devem ser feitos, os custos fixos e os variáveis. O ideal é que o índice esteja acima de 0 e seja o maior possível.

5. Endividamento

Outro entre os indicadores de performance financeira, o endividamento ajuda a entender a estrutura de capital do estabelecimento.

A relação é simples: basta dividir o total dos passivos pelos ativos circulantes. Se o número for elevado, significa que o negócio está endividado e que a maior parte do lucro é voltada para cobrir juros e outros valores. O ideal é tornar esse número o menor possível, de modo que fique entre 0 e 1.

Os indicadores de performance financeira são essenciais para cuidar da gestão da empresa. Além de utilizar essas opções, considere ter o apoio de um software de gestão. O acompanhamento acontece de forma ainda mais simples e permite realizar um controle muito eficiente.

Quer descobrir o que a tecnologia pode fazer por você? Então veja o case de sucesso da WO Design com o Flowup!

kit gestao financeiraPowered by Rock Convert
Gostou deste artigo? Não esqueça de compartilhar.
Flowup Site

Gostou do Blog? Compartilhe! :)

Acelere o crescimento da sua empresa.Fale agora com um especialista!
+