5 erros clássicos no gerenciamento de projetos que você deve evitar

erros classicos no gerenciamento de projetos que voce deve evitar

Fazer o gerenciamento de projetos significa estabelecer práticas e atuações que levem os projetos para o resultado considerado de sucesso. Um projeto finalizado dentro do prazo, do limite de gastos e que realize o que fora inicialmente estabelecido é um caso claro de sucesso.

No meio do caminho, entretanto, alguns obstáculos podem ser trazidos especialmente pelos erros. Para evitá-los, portanto, é preciso conhecê-los e também saber como podem ser superados. Para te ajudar nessa identificação, veja a seguir 5 erros clássicos que você deve evitar!

1. Ter um escopo mal definido no gerenciamento de projetos

O escopo de um projeto funciona como uma receita ou um guia, definindo tudo o que precisa ser feito. Ele também serve para indicar as ordens das tarefas e o que merece mais atenção.

Quando ele não é definido corretamente, a execução do projeto fica confusa e menos eficiente. Além disso, se você não define previamente o escopo, mudanças e alterações desordenadas podem comprometer o objetivo final.

Para evitar essa falha, o ideal é montar, ainda no planejamento, um escopo completo que servirá de base para todo o gerenciamento. Mesmo que o escopo possa mudar no decorrer do projeto, é essencial tê-lo definido no início e controlar as mudanças.

2. Realizar uma gestão de tempo ruim

Gerenciar projetos significa estabelecer e cumprir prazos e metas diversas. Se o tempo não é administrado da forma certa, isso se torna praticamente impossível. A falta de gestão de tempo também leva à maior possibilidade de erros, já que, com os atrasos, todos tendem a fazer as coisas com mais pressa em busca da aprovação.

Em vez disso, é fundamental que a equipe saiba quanto tempo possuem para concluir as tarefas, pois isso aumenta a motivação para atingir o prazo estipulado. Para evitar problemas de qualidade devido à pressa, vale a pena definir prazos um pouco antes do limite final para que tudo possa ser avaliado com calma.

3. Definir prazos inalcançáveis

Porém, isso não pode significar definir prazos inalcançáveis. Se o projeto tem o prazo final de 3 meses, definir que tudo deve ser realizado em 4 semanas é, no mínimo, fora da realidade. A consequência não é apenas a perda de qualidade, mas também a diminuição da motivação de todos os envolvidos.

Quando for definir prazos para o gerenciamento de projetos, vale a pena considerar a complexidade de cada tarefa e os recursos disponíveis. A partir dessa análise, define-se um prazo que seja razoável e desafiador, mas que passe longe de ser inalcançável.

4. Não delegar responsabilidades

O gerenciamento de projetos não deve ser primariamente centralizado. Se toda a sua execução é focada somente no gestor, há menos produtividade, menos engajamento e os resultados não surgem como o esperado.

Para contornar a situação, é papel do gestor selecionar as pessoas certas para cada tarefa, delegando responsabilidades condizentes com cada perfil. É importante também oferecer autonomia de modo que as pessoas possam cumprir com suas obrigações de uma forma otimizada.

Fazer um gerenciamento à mostra, onde todos os envolvidos conhecem o status de todas as tarefas, também é uma boa prática. O uso de sistemas de gestão de projetos e de tarefas pode ajudar nesse ponto.

5. Fazer o monitoramento de maneira incorreta

O gerenciamento de projetos de uma organização precisa ser feito de maneira controlada. Do contrário, não é possível identificar ameaças e oportunidades e nem cumprir com os objetivos. Por outro lado, monitorar demais pode reduzir a produtividade das equipes e comprometer o cumprimento de prazos da mesma forma.

Sendo assim, é fundamental estabelecer um monitoramento que não seja excessivo e nem desleixado. Estabelecer métricas e indicadores de acompanhamento e fazer reuniões periódicas, desde que sejam produtivas, normalmente são as práticas mais indicadas.

Ao evitar esses erros clássicos no gerenciamento de projetos, os resultados obtidos ao final tendem a ser mais benéficos para todo o negócio, garantindo a eficiência de conclusão do projeto.

E você, já cometeu esses erros e conhece outras maneiras de evitá-los? Deixe seu comentário!

Gostou deste artigo? Não esqueça de compartilhar.

Comments

comments

Flowup Site

One thought on “5 erros clássicos no gerenciamento de projetos que você deve evitar

  1. Excelente post! O gerenciamento do tempo é fator primordial para o cumprimento dos prazos e todos devem estar envolvidos e motivados para se atingir o mesmo objetivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gostou do Blog? Compartilhe! :)

Quer aumentar a performance da sua empresa? Descubra aqui!
+